Carta de Fabiano Carneiro ao Movimento

[carta recebida em 4/jul]
Ao Movimento Dança Carioca.
Nossa interinidade à frente da Coordenação de Dança da Funarte finalmente chegou ao fim com a publicação Nº 123, no Diário Oficial da União, no último dia 29 de Junho, da minha nomeação para o cargo.

Não dá para esquecer o apoio de vocês no encaminhamento e na conclusão desse processo que só vem confirmar que a Funarte está afinada com a ‘voz da dança’.

No entanto, essa não é uma vitória pessoal; é o coroamento de um trabalho minucioso que vimos desenvolvendo, de identificar, conhecer e de ouvir as lideranças regionais, principalmente àquelas mais distantes. A aproximação da Coordenação de Dança com a categoria — que possibilita o levantamento das demandas e a eleição de prioridades — é o que irá nortear as nossas ações mais diretas e as políticas públicas da instituição.

Estaremos juntos (como já estávamos) na tarefa diária de fomentar, fazer contatos, ampliar as parcerias, apoiar as iniciativas para que cada vez mais a Coordenação de Dança esteja afinada e representativa.

Um forte abraço para cada um de vocês, continuo por aqui à disposição.

Fabiano Carneiro

Coordenador de Dança da Funarte

Anúncios

Sobre ata, carta ao secretário Emílio Kalil e coordenação de dança da FUNARTE

Diferentemente das últimas semanas, a próxima reunião do Movimento acontecerá na quarta-feira, 6/abr, às 19h, na FAV/Biblioteca Klauss Vianna.

A ata da 3a. reunião já está disponível no Calendário de Atividades.

Como resultado das primeiras reuniões, a carta que será endereçada ao secretário Emílio Kalil já está disponível online em forma de petição pública. Convidamos todos à leitura da mesma e à adesão daqueles que concordarem com o seu conteúdo. Para acessá-la, clique aqui. O site idança.net mais uma vez cobre a ação do movimento.

Quanto ao futuro do cargo de Coordenador de Dança da FUNARTE, circula na internet uma petição em apoio à nomeação de Fabiano Carneiro. Fabiano assumiu o cargo interinamente, desde agosto de 2010, após a saída de Leonel Brum. A quem interessar, clique aqui.